14 novembro 2014

"Laços Eternos"

Olá meninas mais um livro que li da Zíbia Gasparetto,esse foi o primeiro e não me recordava da estória,também pudera,tem mais de vinte anos que li esse livro e a capa não era essa ai de cima e sim essa aqui debaixo,rs...

Resumo do livro:

Narra a história de uma criança chamada Nina, que tinha doze anos, e morrera de tuberculose. 
Já no plano espiritual começou a sentir muita falta da família que lhe era muito carinhosa e estimada, relutava para aceitar o fato do seu desencarne.
Para auxilia-la, os amigos espirituais que sempre a acompanharam e protegeram, obtiveram autorização dos seus superiores, para leva-la em uma viagem astral, através do tempo e do espaço, retroagindo até uma de suas vidas passadas.
 Na sua primeira incursão, viu-se em uma sala toda adornada, com lindas tapeçarias, lindos móveis todos pintados à ouro, reconheceu-se em uma bela senhora de cabelos longos e cacheados, olhos negros e pele alva, com seus quinze anos de idade aproximadamente, chamava-se Geneviève e seria apresentada à corte nas próximas semanas, o que lhe era motivo de ansiedade e apreensão, já que dali por diante, estaria pronta para ser cortejada pelos mais belos nobres daqueles condados. 
Não tardou para ser cortejada e aceitar, com o consentimento dos pais, dar-se a mão em noivado e posterior casamento com um cavaleiro francês de nome Gerard. 
Casaram-se em cerimônia real, eram felizes, tiveram seu primeiro filho.
 Um episódio muito triste perpetrou a vida da moça, a tentativa do assassinato de sua mãe, condessa, por uma misteriosa mulher que fugira em uma carruagem não identificada.
 Pressionando uma das empregadas da casa, descobriu que o motivo da tentativa outro não fora, senão a vingança de uma baronesa enciumada que descobrira o caso de amantes que a mãe de Geneviève mantinha com um barão, por sua vez marido da quase assassina. 
O nome da mulher do barão era Lívia, e a condessa, recuperando-se do seu ferimento, fez com que seu marido providenciasse para que a outra fosse presa em uma cela de onde jamais pudesse escapar, em uma prisão perpétua.
 As forças do mal se intrometem definitivamente na vida daquela família. 
Com várias armadilhas, colocaram a vida do marido de Geneviève, Gerard, no caminho do destino da mãe dela, sendo que os dois se apaixonaram.
 O barão pai de Geneviève descobre o sórdido enlace proibido dos amantes e prepara uma cilada. Gerar cai no ardil preparado pelo barão e perde sua vida, sendo assassinado friamente. 
O infeliz desperta, não como Gerard mas sim como Gustavo, lembrando-se mais da penúltima encarnação do que da última. 
Já Nina, viu passar pela tela do passado, todas as situações que por falta de iluminação cometera, tramando a morte de Lívia a quem atribuía a morte de seu marido, devido as pistas plantadas pelo barão, seu pai, que queria se vingar do genro e de Lívia de uma só vez, mas com a morte de Lívia, o marido dela supôs que a assassina fosse a condessa e também tramou a sua morte.
 Geneviève, por sua vez, criou seus três filhos e no meio desse tempo apaixonou-se novamente e com seu novo consorte teve mais uma filha, que era a reencarnação de Lívia, filha que lhe deu muito desgosto, fê-la sofrer muito e mesmo assim ela nunca deixou-a sem amor, por um instante qualquer. 

O amor une, o ódio também, ligações de ódio, são passageiras, as do amor, eternas, a vida usa a reencarnação, aproxima as pessoas, abre-nos a compreensão para outras parcelas da verdade, desenvolve nossos sentimentos, ilumina nossa inteligência, facilita-nos a conquista da paz, as almas amadurecem, conseguem perceber que existe só amor, força motriz da vida fluindo no Todo, em laços indestrutíveis, pela eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom que você chegou até aqui.
Fiquei super feliz com sua visita...vou amar ler seu comentário.

** Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir sua visita.

Desapego no blog O tacho da Pepa.

Corre, se inscreve logo, não deixa pra depois !! O desapego rola de hoje dia 25 de setembro de 2016 até o dia 15 de outubro de 2016 e o ...