Pular para o conteúdo principal

Declarar Amor

Demonstrar o amor é uma forma de deixar a vida transbordar dentro do próprio coração.

A maioria das pessoas estabelece datas especiais para manifestar o seu amor pelo outro: é o dia do aniversário, o natal, o aniversário de casamento, o dia dos namorados.

Para elas, expressar amor é como usar talheres de prata: é bonito, sofisticado, mas somente em ocasiões muito especiais.

E alguns não dizem nunca o que sentem ao outro. Acreditam que o outro sabe que é amado e pronto. Não é preciso dizer.

Conta um médico que uma cliente sua, esposa de um homem avesso a externar os seus sentimentos, foi acometida de uma supuração de apêndice e foi levada às pressas para o hospital.

Operada de emergência, necessitou receber várias transfusões de sangue sem nenhum resultado satisfatório para o restabelecimento de sua saúde.

O médico, um tanto preocupado, a fim de sugestiona-la, lhe disse: pensei que a senhora quisesse ficar curada o mais rápido possível para voltar para o seu lar e o seu marido.

Ela respondeu, sem nenhum entusiasmo:

- O meu marido não precisa de mim. Aliás, ele não necessita de ninguém. Sempre diz isto.

Naquela noite, o médico falou para o esposo que a sua mulher não queria ficar curada. Que ela estava sofrendo de profunda carência afetiva que estava comprometendo a sua cura.

A resposta do marido foi curta, mas precisa:

- Ela tem de ficar boa.

Finalmente, como último recurso para a obtenção do restabelecimento da paciente, o médico optou por realizar uma transfusão de sangue direta. O doador foi o próprio marido, pois ele possuía o tipo de sangue adequado para ela.

Deitado ao lado dela, enquanto o sangue fluía dele para as veias da sua esposa, aconteceu algo imprevisível.

O marido, traduzindo na voz uma verdadeira afeição, disse para a esposa:

- Querida, eu vou fazer você ficar boa.

- Por que? Perguntou ela, sem nem mesmo abrir os olhos.

- Porque você representa muito para mim.

Houve uma pausa. O pulso dela bateu mais depressa. Seus olhos se abriram e ela voltou lentamente a cabeça para ele.

- Você nunca me disse isso.

- Estou dizendo agora.

Mais tarde, com surpresa, o marido ouviu a opinião do médico sobre a causa principal da cura da sua esposa.

Não foi a transfusão em si mesma, mas o que acompanhou a doação do sangue que fez com que ela se restabelecesse. As palavras de carinho fizeram a diferença entre a morte e a vida.

..............................

É importante saber dizer: amo você! O gesto carinhoso, a palavra gentil autêntica, a demonstração afetiva num abraço, numa delicada carícia funcionam como estímulos para o estreitamento dos laços indestrutíveis do amor.
É urgente que, no relacionamento humano, se quebre a cortina do silêncio entre as criaturas e se fale a respeito dos sentimentos mútuos, sem vergonha e sem medo.
A pessoa cuja presença é uma declaração de amor consegue criar um ambiente especial para si e para os que privam da sua convivência.
Quem diz ao outro: eu amo você, expressa a sua própria capacidade de amar, mas também, afirmando que o outro é amado, se faz amar e cria amor ao seu redor.
Equipe de Redação do Momento Espírita, a partir do cap. "Ecologia Doméstica", da obra Pais e Filhos – Companheiros de Viagem, de autoria de Roberto Shinyashiki, ed. Gente, e do texto "A Convivência Humana", de José Ferraz, extraído da revista Presença Espírita, nº 227, de novembro/dezembro 2001.

Comentários

  1. Olá vim fazer uma visita e disser
    que não me esquecido do seu lindo blog.
    E sempre que der irei vim ver as novidades.
    beijos e tenha uma semana abençoada.
    Ateliê Ingrid Mimos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ingrid e sempre bom vê-la por aqui fique a vontade e volte sempre...

      Excluir

Postar um comentário

Que bom que você chegou até aqui.
Fiquei super feliz com sua visita...vou amar ler seu comentário.

** Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir sua visita.

Postagens mais visitadas deste blog

"Bolsa porta moeda em crochê"

Olá meninas(os)tudo tranquilo? Hoje venho mostrar essa fofura que estou louca para fazer e se você também se encantou corre e faz também ,o tutorial você encontra aqui ,beijinhos e atê a próxima.

Boneca de pano para uma princesa

Eu ando sumidinha mas só nas postagens,todos os dias sempre dou uma passada nas amigas aqui tão talentosas,hoje venho postar uma arteirice bem principiante,minha sobrinha de oito anos me pediu uma boneca de pano,isso foi no domingo passado e eu como tia coruja que sou fui no mesmo instante procurar na net moldes de boneca de pano e apareceram tantas ... Eis aqui a minha arteirice...rs...espero que gostem, ela(minha sobrinha amou)...ufa que bom....


Eis aqui os moldes da boneca de pano...só não lembro o local que retirei estes moldes,caso você saiba pode postar a origem que eu darei os créditos para a mesma...

Colcha de retalhos de cetim já terminada,aff

Enfim meninas terminei minha colcha de retalhos que estava quase dando cria,rs.... Segue as fotos,espero que gostem...