13 janeiro 2013

Canção da tarde no campo

Caminho do campo verde
estrada depois de estrada.
Cerca de flores, palmeiras
serra azul, água calada.
Eu ando sozinha
no meio do vale.
Mas a tarde é minha.
Meus pés vão pisando a terra
Que é a imagem da minha vida:
tão vazia, mas tão bela,
tão certa, mas tão perdida!
Eu ando sozinha
por cima de pedras.
Mas a tarde é minha.


Os meus passos no caminho
são como os passos da lua;
vou chegando, vai fugindo,
minha alma é a sombra da tua.
Eu ando sozinha
por dentro de bosques.
Mas a fonte é minha.

De tanto olhar para longe,
não vejo o que passa perto
meu peito é puro deserto.
Subo monte, desço monte.
Eu ando sozinha
ao longo da noite.
Mas a estrela é minha.Cecília Meireles

2 comentários:

  1. Lia tudo bem?
    Nossa que agradável seu cantinho...essas leituras, essas poesias...

    E falando em leituras e poesias, tem selinho pra você no Blog Minhas Atividades Pedagógicas tá! Dá uma conferida viu! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniela,seja bem-vinda no meu cantinho,bjs...

      Excluir

Que bom que você chegou até aqui.
Fiquei super feliz com sua visita...vou amar ler seu comentário.

** Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir sua visita.

Desapego no blog O tacho da Pepa.

Corre, se inscreve logo, não deixa pra depois !! O desapego rola de hoje dia 25 de setembro de 2016 até o dia 15 de outubro de 2016 e o ...